TABELA IMPOSTO DE RENDA 2019 – Alíquotas e Base de Cálculo

A tabela imposto de renda 2019 faz parte do imposto obrigatório cobrado pelo governo. O imposto é a porcentagem descontada todos os anos pelo governo dos rendimentos da pessoa física e jurídica. Esses rendimentos vão desde o salário recebido por essa mesma pessoa, até mesmo um aluguel, qualquer outro tipo de recebimento, prêmios da loteria e mais.

As pessoas físicas, que são os trabalhadores possuem uma porcentagem fica de descontos, e essa mesma taxa costuma variar de acordo com a renda recebida por cada um e é informada por uma tabela imposto de renda.

Caso o pagamento tem sido além do devido durante o ano, o governo obrigatoriamente deverá devolver uma parte do que já foi pago. O governo também tem a possibilidade de deduzir do imposto de renda pago pela pessoa. As deduções são por educação, saúde, gasto com dependentes e outros.

O que é a Tabela Imposto de Renda 2019?

A tabela do imposto de renda é utilizada pela Receita Federal para calcular o valor que a pessoa física deveria ter pago no último ano. Com essa tabela, a Receita consegue fazer uma soma dos rendimentos de cada pessoa, e realiza os descontos das deduções que forem necessárias. Com o resultado, a tabela indicará a porcentagem de imposto que deverá ser paga.

TABELA IMPOSTO DE RENDA 2019

Como exemplo, confira abaixo a tabela imposto de renda, com 5 faixas, e a base do cálculo referente ao que cada pessoa recebe todo mês. Dessa forma, com uma base, é possível calcular a alíquota e a parcela que será deduzida do imposto de renda.

Confira a tabela de exemplo:

Rendimentos previdenciários isentos para maiores de 65 anos

Ano-calendário Valores isentos mensais (R$)
A partir do mês de abril do ano-calendário de 2015 até 1.903,98
2015, até o mês de março até 1.787,77
2014 até 1.787,77
Tabela de incidência mensal
Base de cálculo (R$) Alíquota (%) Parcela a deduzir do IRPF (R$)
Até 1.903,98
De 1.903,99 até 2.826,65 7,5 142,80
De 2.826,66 até 3.751,05 15 354,80
De 3.751,06 até 4.664,68 22,5 636,13
Acima de 4.664,68 27,5 869,36
A tabela imposto de renda passa por correções todos os anos, essas correções servem para a declaração de ajuste do ano seguinte. Mas, se considerada a inflação que o país tem enfrentado nesses últimos anos, a alíquota pode também sofrer alterações subindo um pouco mais do que o esperado.

Alíquotas Imposto de Renda 2019

TABELA IMPOSTO DE RENDA 2019As alíquotas são responsáveis por informar quanto será descontado do salário do trabalhador como forma de contribuição para o imposto de renda. Brasileiros e brasileiros que vivem no exterior precisam ter conhecimento das informações compartilhadas na tabela de alíquotas, pois a mesma sofre alterações todos os anos.

Elas costumam variar de acordo com a renda de cada contribuinte. Os que recebem uma renda mais baixa não sofrem qualquer tipo de incidência de tributação. Com a tabela imposto de renda 2019 é possível consultar os isentos para o ano.

Confira:

Base de cálculo (R$) Alíquota (%) Parcela a deduzir do IRPF (R$)
Até 1.903,98
De 1.903,99 até 2.826,65 7,5 142,80
De 2.826,66 até 3.751,05 15 354,80
De 3.751,06 até 4.664,68 22,5 636,13
Acima de 4.664,68 27,5 869,36
Ou seja, no imposto de renda 2019, a alíquota é o percentual que será reduzido no imposto total.

Os valores são atualizados todos os anos, sofrendo alterações, ou seja, os valores podem subir ou reduzir e quem aprova a nova tabela de alíquotas é o Congresso Nacional, para que então ela passe a valer. Os valores são definidos pela câmara dos Deputados juntamente ao Ministério da Fazenda.

Quem deve declarar o Imposto de Renda 2019

É essencial saber se é necessário realizar a declaração do imposto de renda e quais são os requisitos que fazem com que o contribuinte seja obrigado a realizar a declaração.

Confira a lista com as informações sobre quem é obrigado a fazer a declaração e veja se você se encaixa:


Requisito 01. Pessoas físicas residentes no Brasil, que tenham recebido rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70 no último ano;


Requisito 02. Contribuintes que tenham recebido rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido superior a R$ 40 mil no último ano;


Requisito 03. Pessoas que tenham obtido capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto ou que tenha realizado operações em bolsas de valores de mercadores, de futuros e assemelhadas;

Está gostando do conteúdo? Deixe seu like nas rede sociais ao lado e ajude o site a crescer! Caso tenha alguma dúvida, basta comentar nas nossas redes sociais.

Requisito 04. Quem tiver posse ou propriedade de bens ou direitos, até mesmo terra nua de valor total ou superior a R$ 300 mil;


Requisito 05. Contribuintes que tenham passado á condição de residentes no Brasil, em qualquer mês do último ano;


Requisito 06. Quem optou pela isenção do imposto sobre a renda incidente sobre o ganho de capital auferido na venda de imóveis residenciais, e o produto da venda tenha sido destinado à aplicação na aquisição de imóveis residenciais localizados no país;


Requisito 07. Quem obteve no último ano a receita bruta em valor superior a R$ 142.798,50 oriunda de atividade rural.


Declaração de Imposto de Renda 2019

Antes de começar a realizar sua declaração de imposto de renda, você precisará reunir toda a documentação necessária, além claro de primeiro se certificar de que você realmente precisa declarar, de acordo com a lista compartilhada acima.

Feito isso, faça o download do programa de declaração do imposto de renda disponibilizado pela Receita Federal em seu site.

Receita Federal Imposto de Renda 2019


Passo 01: Para realizar a declaração do imposto de renda com sucesso, é necessário preencher todos os dados básicos necessários, como nome e CPF e após o preenchimento apertar OK.


Passo 02:  Após o preenchimento dos dados básicos, você deverá inserir os dados dos dependentes e alimentandos em sua declaração.


Passo 03: Essa parte exige mais atenção do contribuinte, bois os rendimentos recebidos deverão ser declarados. Quando algum desses rendimentos não forem declarados, o contribuinte pode acabar caindo na malha fina.


Passo 04: Declare nessa etapa os pagamentos que foram realizados com o Imposto de Renda. Dependendo dos pagamentos que forem declarados, será possível deduzir ou descontar os valores devidos ao final da declaração.


Passo 05: Antes de realizar a entrega da declaração preencha os campos sobre bens e direitos, dívidas e ônus. Esses bens devem ser declarados para que o contribuinte não caia na malha fina.


Passo 06: Após preencher corretamente e verificar todos os dados, realize a entrega da sua declaração do imposto de renda.


Declaração de Imposto de Renda 2019

Sempre que chega a época da declaração do Imposto de Renda, bate várias dúvidas, não é? Caso você esteja dentro das estatísticas das pessoas que nunca fizeram a declaração de Imposto de Renda e esteja se preparando para realiza-la pela primeira vez,

Ou se você já fez a declaração, mas precisou contratar uma pessoa para realizar o procedimento, saiba que não existe nenhuma dificuldade e também não é nenhuma dor de cabeça em realizar o procedimento sozinho(a).

A declaração imposto de renda Receita Federal pode ser realizada em casa de forma bem prática, rápida e simples, de verdade. Confira um passo a passo logo abaixo:


Passo 01: Você irá precisar separar os documentos e comprovantes necessários: Para conseguir dar início a sua declaração do imposto de renda será necessário reunir os documentos que são considerados fundamentais e que comprovam e detalhem os valores recebidos no último ano.

Como por exemplo, um documento que informe os salários recebidos, as contribuições para o INSS e a Receita Federal que estão retidos na fonte.


Passo 02: Assim que tiver toda a documentação necessária em mãos, faça o download do programa da Receita Federal Imposto de Renda:

Instale o programa gerador de declaração disponível no portal da Receita. É esse programa que cria a declaração e é por ele que você informará os dados que serão enviados para a Receita Federal.


Passo 03: Preencha os dados cobrados: Se você realizou a última declaração de imposto de renda tem a possibilidade de recuperar as informações da delação anterior no programa. Mas caso essa seja a sua primeira vez, você irá precisar de todos os rendimentos, despesas e dívidas do último ano, assim como as posses e bens presentes no patrimônio até o último dia do último ano.


Passo 04: As informações devem ser preenchidas no menu localizado à esquerda do programa. Com os rendimentos e todas as informações em mãos, você precisa atentar em observar em qual ficha cada valor deverá ser inserido. Quando os seus bens forem declarados, o valor informado será o de custo de aquisição.


O programa da Receita Federal irá te informar qual a opção mais vantajosa para você declarar de acordo com as informações compartilhadas. Você escolhe pelo modelo de declaração (simplificado ou completo) e é compartilhado um resumo de qual será o imposto de renda, deduzir ou restituir em cada um dos modelos.

Atenção! Não esqueça de enviar a sua declaração de imposto de renda até as 23h59min do último dia disponível para realização da mesma. Assim que o envio for finalizado, o recibo da entrega será gerado automaticamente.

É aconselhável que você imprima o recibo e guarde-o em algum local onde você não possa perde-lo, assim como o número de sua declaração que será extremamente útil para corrigir erros em sua declaração e também para que você consiga importar as informações de declarações realizadas anteriormente.


Declarar o imposto de renda não é uma tarefa tão fácil, porém com a quantidade de informações que a Receita Federal divulga, os cidadãos brasileiro poderão entender melhor o assunto e até mesmo fazer a declaração, sem precisar pagar um contador.

Acima detalhamos tudo que envolve a tabela imposto de renda 2019 para ficar sabendo o valor que será descontado ou até mesmo a quantia a ser paga a Receita, mas caso tenha alguma dúvida é só deixar um comentário abaixo. Boa sorte!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *