PRAZO IMPOSTO DE RENDA 2019 – Cronograma, Lotes e Entrega

O prazo imposto de renda 2019 em relação ao pagamento termina quase na metade do ano, sempre iniciando em Fevereiro. Aqueles que realizarem a declaração com atraso, poderão pagar multa de até 1% do imposto devido por mês. O valor mínimo é de R$ 165,74 e o máximo é de 20% do imposto devido.

Os que entregam a declaração de imposto de renda com antecedência tem chances de receber a restituição logo nos primeiros lotes, que costumam começar logo em junho e o restante dos pagamentos segue até dezembro. Os que costumam receber primeiro são os idosos, pessoas com deficiência, e pessoas com doenças graves.

Prazo imposto de renda 2019

O prazo para entregar a declaração é até as 23 horas e 59 minutos do dia 28/04/2019. Como dito anteriormente, não declarar imposto de renda 2019 pode implicar em multa para o contribuinte, além de outras penalidades acerca do CPF.

PRAZO IMPOSTO DE RENDA 2019

A dica é que mesmo os que tenham perdido o prazo imposto de renda 2019 e não conseguirem declarar todos os valores realizem uma declaração incompleta, apenas para não perderem o prazo e acabarem recebendo uma multa.

Posteriormente, essa declaração incompleta pode ser editada e corrigida.

Cronograma imposto de renda 2019

PRAZO IMPOSTO DE RENDA 2019As restituições costumam ser realizadas de acordo com a ordem de declaração do imposto de renda e a prioridade de recebimento como dito anteriormente são para idosos, e portadores de doenças e necessidades especiais.

Em 2019, o pagamento será realizado em sete lotes, sendo o primeiro em junho e último em dezembro, conforme o cronograma divulgado no Diário Oficial da União.

Confira o cronograma do imposto de renda:

  • 1º lote: 16 de junho
  • 2º lote: 17 de julho
  • 3º lote: 15 de agosto
  • 4º lote: 15 de setembro
  • 5º lote: 16 de outubro
  • 6º lote: 16 de novembro
  • 7º lote: 15 de dezembro

Quem deve realizar a declaração do imposto de renda?

Deverá declarar o imposto de renda 2019, os contribuintes que:


01. Somaram mais de R$28.559,70 seja com o trabalho, pensões e outros benefícios;


02. Os que possuem veículos e outros bens materiais, como imóveis, por exemplo, que somam mais de R$300 mil;


03. Os que obtiveram ganho de capital com a venda de veículos e/ou imóveis;


04. Os que têm receita bruta de atividade rural maior que R$142.798,50;


05. Aqueles que receberam valor superior a R$40 mil em rendimentos isentos;


06. Os que realizaram operações na bolsa de valores.


A declaração de imposto de renda 2019 é obrigatória também para estrangeiros que passaram a residir no Brasil e se encaixam nesses casos citados acima.

Como fazer a declaração do imposto de renda?

Além da necessidade da apresentação de todos os dados, rendimentos e bens do contribuinte que está realizando a declaração do imposto de renda, o resumo que o programa da Receita Federal aprenderá será capaz de indicar a quantidade de impostos que deverão ser pagos para a Receita Federal e o valor da Restituição imposto de renda 2019, caso o contribuinte tenha realizado pagamento a mais para a Receita.

Confira a seguir um passo a passo para realizar a declaração de imposto de renda 2019:

PRAZO IMPOSTO DE RENDA 2019

Está gostando do conteúdo? Deixe seu like nas rede sociais ao lado e ajude o site a crescer! Caso tenha alguma dúvida, basta comentar nas nossas redes sociais.

01. Faça o download do programa para declaração do imposto de renda da Receita Federal;


02. Reúna todos os documentos necessários e abra o programa;


03. Abra o programa e preencha as informações necessárias como nome, cpf etc.


04. Preencha todos seus bens de direito, seus rendimentos e valores que constam em sua conta bancária. Além também de investimentos, valores e rendimentos dos dependentes.


05. É essencial que as informações verdadeiras sejam compartilhadas para que não acabem acontecendo complicações futuras.


06. Para preenchimento correto da declaração do imposto de renda é necessário preencher os seguintes campos:

  • Alimentandos;
  • Bens e direitos;
  • Dependentes;
  • Dívidas e ônus reais;
  • Doações efetuadas;
  • Espólio;
  • Importações;
  • Imposto pago/retido;
  • Pagamentos efetuados;
  • Renda;
  • Rendimentos;
  • Entre outras informações necessárias.

07. Antes de finalizar sua declaração de imposto de renda, é essencial acessar o resumo dos dados da declaração e conferir se não tem qualquer informação que não tenha sido inserida ou qualquer dado que tenha sido digitado incorretamente.


08. Lembrando que ao salvar sua declaração você poderá utilizá-la no próximo ano, ou seja, será uma forma mais fácil onde você poderá no próximo ano, realizar a importação dos dados da declaração realizada no último ano, e não precisará inserir a quantidade de dependentes, os número dos documentos novamente e outras informações que costumam ser básicas.


09. Caso todos os erros tenham sido corrigidos ou não tenham erros na declaração do imposto de renda, é chegada a hora de realizar a entrega da declaração do imposto de renda clicando em “Entregar Declaração” na parte inferior da barra lateral à esquerda e imprimir o recibo da declaração do imposto de renda, que será necessário para o próximo ano.


Imposto de Renda 2019 Restituição

É possível que muitas pessoas ainda possuem dúvidas de como receber a Restituição do Imposto de Renda 2019. Nas próximas linhas deste artigo, você vai entender um pouco melhor como deve fazer para receber o dinheiro que é um direito seu.

A restituição do imposto de renda é a devolução do valor que o contribuinte pagou a mais para o Governo. E é para isso que existe a restituição imposto de renda 2019, para que os ajustes sejam feitos também por parte da Receita Federal.

O prazo para que o contribuinte possa requerer a restituição do imposto pago indevidamente ou em valor maior que o devido é de 5 anos. O crédito da restituição só pode ser efetuado em conta corrente ou conta poupança de titularidade do contribuinte.

O procedimento para receber a restituição é muito simples e a consulta é feita no site da própria Receita Federal. Em apenas alguns minutos e cliques, você fica sabendo se esse dinheiro está disponível para você ou não.

Veja a seguir como fazer para fazer uma consulta no site.

  • Acesse esse site (http://idg.receita.fazenda.gov.br/interface/cidadao/irpf/2018/restituicao);
  • Preencha os números do seu CPF, data de nascimento e caracteres correspondentes a imagem.

PRAZO IMPOSTO DE RENDA 2019

 

 

 

 

Quando for preencher os dados do seu CPF, não utilize traços, pontos ou vírgulas. Na data de nascimento, digite apenas dois números para o dia e mês e quatro números para o ano.

Quem tem direito a receber essa restituição são todos os cidadãos que contribuíram a mais durante o ano. Com a taxa Selic, pode-se determinar qual será o valor a receber.

Quem tiver muitas deduções nesse imposto com certeza terá dinheiro a receber. Essas deduções poderão ser descontos com despesas médicas, gastos com dependentes, entre outras contas.

O calendário do processo de restituições é composto por sete lotes de depósitos, entre julho e dezembro, com liberações feitas todo dia 15, ou caso seja feriado, no primeiro dia útil após essa mesma data.


É de extrema importância ficar atento em relação ao prazo imposto de renda 2019, desde a entrega da declaração até os lotes de pagamentos da restituição. Anote sempre as datas para que não exista futuras multas e encargos.

Acima retratamos um assunto que gera dúvida em muitos cidadãos brasileiros, que é o cronograma e o prazo do imposto de renda, mas caso ainda tenha algum questionamento deixe um comentário logo abaixo que iremos responder em breve. Boa sorte!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *