CONSULTA IMPOSTO DE RENDA 2019 – Restituição, Lote, Receita

As pessoas físicas no Brasil precisam todos os anos estar atentas aos prazos para declaração IRPF, além também da necessidade da consulta imposto de renda 2019. O imposto torna-se uma dívida todas as vezes que você recebe um dinheiro, ou seja, quando há renda.

Mesmo que existam diversas formas de rendimento isentas de impostos, boa parte das pessoas precisam realizar o pagamento desses impostos. Caso uma pessoa pague imposto a mais do que deve, ela tem o direito de ter a restituição desse imposto através da declaração.

A seguir mostraremos quem tem direito a restituição, lotes de pagamento e o principal: consulta restituição de imposto de renda. Confira!

Para que serve a consulta imposto de renda?

A consulta imposto de renda 2019 funciona para que o declarante saiba quando receberá sua restituição e se os seus dados foram enviados corretamente.

CONSULTA IMPOSTO DE RENDA 2019

O site da Receita Federal quando acessado, disponibiliza um relatório para que o declarante tenha conhecimento do andamento de sua restituição e declaração de imposto de renda.

O relatório de consulta imposto de renda poderá estar em 4 situações diferentes, sendo elas:


Você tem direito à restituição do imposto de renda, mas ela ainda não foi creditada: Caso isso venha a acontecer, você receberá um aviso na página de que a Receita Federal está aguardando a liberação de recursos para que a restituição ocorra.

Esses pagamentos costumam ser realizados de acordo com o cronograma, lotes e portanto dependem da liberação dos recursos financeiros do Tesouro Nacional.

Caso o cronograma de restituição esteja disponível no site, você receberá um aviso com a data em que a sua restituição será liberada. E mesmo que sua declaração esteja na fila para recebimento da restituição, ela poderá acabar retornando para a fila de processamento para uma nova análise.


O declarante tem direito a restituição do imposto de renda e ela já foi creditada: Caso o declarante já tenha recebido a restituição do imposto de renda, o relatório será um aviso informando que a liberação foi realizada e a situação da restituição fica como creditada no site da Receita Federal.

Caso a restituição do declarante ainda não tenha sido creditada, basta entrar em contato com o banco indicado no relatório para receber o pagamento corretamente.


O declarante não tem direito à restituição e nem ao pagamento do imposto complementar: Caso a declaração tenha indicado nem uma restituição, nem o pagamento do imposto, o relatório apresentado pelo site informará que a declaração já foi processada e que o resultado é um saldo inexistente de imposto à pagar e a restituir.


O declarante deve pagar o imposto complementar: Ao realizar o cálculo do imposto de renda caso o sistema tenha indicado que o imposto complementar deverá ser pago, o site do IRPF informará que a declaração foi processada, e que o imposto deverá ser pago sem a opção de débito automático.


Consulta Imposto de Renda 2019

Para realizar a consulta restituição Imposto de Renda basta acessar o site da Receita Federal (siga o passo a passo abaixo). Feito isso, para consultar os lotes corretamente, é essencial preencher os dados pessoais na página que foi aberta.

Você deverá:

CONSULTA IMPOSTO DE RENDA 2019

Está gostando do conteúdo? Deixe seu like nas rede sociais ao lado e ajude o site a crescer! Caso tenha alguma dúvida, basta comentar nas nossas redes sociais.
  • Entrar no site da Receita www.receita.fazenda.gov.br;
  • Informar CPF;
  • Ano em que a declaração de imposto de renda foi realizada;
  • A sua data de nascimento;
  • O código informado na imagem.
  • Clicar em Consultar.

Caso os dados que foram digitados nos campos pessoais estiverem corretos, uma tela com um relatório indicando o status da restituição do imposto de renda.

Quem tem direito à restituição de imposto de renda?

Aos que realizam a consulta imposto de renda, tem direito à restituição as pessoas que realizam o pagamento a mais do imposto durante o ano da declaração.

Ou seja, o programa de restituição realiza as contas e identifica se a pessoa deve muitas deduções com despesas médicas ou despesas escolares com dependentes, e nessas deduções são gerados os descontos, que é enfim o dinheiro que a pessoa tem para receber.

Caso a situação tenha sido ao contrário, ou seja, caso o pagamento dos impostos tenha sido menor durante o ano do que era devido, a pessoa então terá imposto a pagar. Em casos onde o rendimento não tenha sido suficiente para entrar na faixa do imposto a pagar, a pessoa não deve impostos e também não terá imposto restituído.

Lote Imposto de Renda 2019

A restituição imposto de renda costuma ser programada em sete lotes anuais de restituição. Esses lotes de pagamento são as ordens em que serão recebidas as restituições, sendo que os primeiros declarantes a entregar a restituição os primeiros a receber e assim consecutivamente.

A Receita Federal costuma divulgar esses lotes através de seu site oficial, que geralmente segue a seguinte ordem de pagamentos:

  • Idosos;
  • Pessoas portadoras de deficiência mental ou física;
  • Pessoas com doenças graves.

Feito esses primeiros pagamentos a prioridade passa a ser conforme dito anteriormente: a data em que a declaração foi entregue. Caso o declarante tenha caído na malha fina e realizou uma entrega retificadora, essa entrega de retificação será utilizada com prioridade para o recebimento.

O que acontece com quem não pagar o Imposto de Renda 2019?

CONSULTA IMPOSTO DE RENDA 2019

Como sabemos, pagar os impostos estabelecidos pelo Governo Federal é o dever de todo o cidadão brasileiro, e com o Imposto de Renda não poderia ser diferente, até porque podemos considerá-lo como um dos mais importantes entre os demais. Mas o que acontece com que não paga o IRPF? Descubra agora!

Primeiramente é preciso entender que existe um prazo para poder entregar a declaração anual de ganhos exigida pela Receita Federal, e quem excede este prazo pagará o seu imposto com juros. A taxa de atraso é de 1% a cada mês, sendo que o cidadão não pode exceder 20% do valor total devido.

Esta multa começa a ser contada a partir do primeiro dia após o prazo de entrega estabelecido seja ultrapassado. E no caso do não pagamento destes juros, com os devidos acréscimos legais, se a sua declaração tiver direito à restituição, o valor será deduzido a partir da mesma.

O melhor a se fazer, caso se encontre em situação de atraso, é enviar o mais rápido possível a sua declaração. Caso o sistema informe que está em situação de atraso, o contribuinte poderá quitar a taxa através da “Notificação de lançamento da Multa. Mas vale lembrar que este pagamento precisa ser feito em até 30 dias úteis após a entrega.


Não existe nenhuma dificuldade em declarar ou consultar imposto de renda caso você tenha imposto à restituis e quando essa restituição deverá acontecer.

Gostou do artigo que desenvolvemos exclusivamente para você? Entretanto, caso ainda tenha alguma dúvida relacionada a consulta imposto de renda 2019, é só deixar um comentário logo abaixo que responderemos assim que for possível. Boa sorte!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *