ISENÇÃO IMPOSTO DE RENDA 2019 – Quem tem direito, Dar entrada

A isenção imposto de renda 2019 é um benefício oferecido pela Receita Federal aos brasileiros. O imposto é obrigatório e consiste na arrecadação de valores para investimento em setores como a educação, infraestrutura, e pagamentos de benefícios sociais. A não declaração pode acabar criando diversos problemas ao contribuinte.

Por essa razão é essencial ter atenção quanto aos prazos divulgados pela Receita Federal para declaração do imposto de renda 2019.

O que é a isenção imposto de renda 2019?

A isenção imposto de renda é um benefício previsto em lei, onde pessoas que tem direito a essa isenção são dispensadas do pagamento do imposto de renda sobre o valor recebido na aposentadoria ou pensão. Os demais rendimentos, até mesmo as complementações recebidas de entidades privadas não constam nesse benefício.

ISENÇÃO IMPOSTO DE RENDA 2019

As pessoas isentas ao imposto de renda se encaixam nas seguintes diretrizes impostas pela Receita Federal:


01. Pessoas com rendimento mensal inferior ao valor de R$ 1.999,18;


02. Pessoas que possuem mais de R$ 300.000,00 avaliados em bens e direitos (automóveis, imóveis, terrenos, etc), sendo que uma parte do patrimônio é pertencente ao companheiro ou conjugue de união estável, do qual possui um relacionamento em regime parcial de bens;


03. Pessoa declarada dependente de outra. No entanto, ela ainda deve declarar seus rendimentos e bens no imposto de renda;


04. Aposentado que possuem mais de 65 anos de idade e sobrevivem de forma exclusiva do seu benefício.


05. Além dessas pessoas, também é possível solicitar a isenção do imposto de renda casso possua alguma das enfermidades abaixo:

  • AIDS;
  • Alienação mental;
  • Tuberculose ativa;
  • Cardiopatia grave;
  • Paralisia incapacitante e irreversível;
  • Cegueira;
  • Neoplasia maligna;
  • Contaminação sofrida por radiação
  • Nefropatia e hepatopatia grave;
  • Doença de Paget em estado avançado;
  • Hanseníase;
  • Doença de Parkinson;
  • Fibrose cística;
  • Esclerose múltipla;
  • Espondiloartrose anquilosante.

Como dar entrada na isenção (Portadores de doenças)

ISENÇÃO IMPOSTO DE RENDA 2019Se você é portador de alguma das doenças citadas acimas deverá dar entrada no site da Receita Federal para garantir a isenção imposto de renda 2019. Elaboramos um passo a passo a seguir para facilitar o processo, confira:


Passo 01. Procure pelo seu médico e confiança e solicite a ele um breve relatório com histórico de sua doença;


Passo 02. Com o relatório em mãos, reúna os demais documentos necessários a respeito da doença: como exames, relatórios médicos, sumários de alta hospitalar, documentos do SUS e outros;


Passo 03. Procure um médico do SUS para obter um laudo e preencher o formulário específico da Receita Federal, laudo esse que está disponível no site da Receita Federal e deve ser impresso e levado até o médico para preenchimento adequado;


Passo 04. Para encontrar um médico do SUS para preencher o laudo, basta ir até um posto de saúde com os exames e relatórios médicos que você possui;


Passo 05. Com o laudo preenchido, tire cópia de seus documentos, como identidade, CPF, comprovante de residência (deverão estar em seu nome), cópias de demais relatórios médicos e laudos com exames conclusivos a respeito do diagnóstico;


Passo 06. Preencha o formulário do requerimento de isenção que também se encontra disponível no site da Receita Federal;


Passo 07. O laudo deverá ser preenchido e anexado aos exames e documentos já mencionados anteriormente;


Passo 08. Quando estiver com tudo em mãos, leve até o posto da Receita Federal mais próximo e não deixe de pegar o protocolo com os funcionários, pois essa será a prova as solicitação da isenção do imposto de renda.


O prazo para resposta da Receita Federal é de até 30 dias. Caso o pedido seja recusado, basta procurar por um advogado e entrar com ação contra a Receita Federal para conseguir a isenção.

As pessoas que recebem aposentadoria ou cidadãos que se encaixem na outra lista de isenção do imposto de renda podem solicitar a isenção da seguinte forma:

  • Visite o site da Receita Federal;
  • Clique na primeira opção para fazer o seu agendamento;
  • Na tela que abrir, clique em “Agendar Atendimento”;
  • Leia as orientações gerais;
  • Clique em “Li e concordo” e em seguida “Avançar”.

O atendimento para solicitação da isenção é presencial, apenas o agendamento é feito de maneira online. Feito isso, basta comparecer na Receita Federal mais próxima de sua casa portando os documentos que comprovem seu direito à isenção e solicitá-la. O prazo para resposta é de até 30 dias.

Quem deve declarar imposto de renda

A declaração do imposto de renda é obrigatória, e deve ser feita pelos contribuintes que se encaixem no seguinte perfil:


01. Contribuintes que receberam, no ano de 2017, rendimentos tributáveisque totalizaram mais de R$ 28.559,70, ou seja, trabalhadores, aposentados ou pensionistas com renda mensal com valor de mais de R$ 1.903,98 mensal;


02. Contribuintes que tiveram rendimentos não-tributáveis acima de R$ 40.000,00. Rendimentos não tributáveis são aqueles que não geram nem lucro, nem valor liquido, sendo assim não precisa pagar imposto;


03. Para os trabalhadores do campo é obrigatório fazer a declaração do imposto de caso, caso o rendimento anual bruto de renda rural acima de R$ 128.308,50;


04. Contribuintes que investiram qualquer valor em bolsas de valores, mercado de capitais ou similares;


05. Contribuintes com imóvel ou terrenos em suas posses, com valor superior a R$ 300 mil;


06. Trabalhadores que optarem pela isenção de imposto de renda sobre o valor da venda de imóveis, desde que esse seja usado para a compra de outro imóvel em território nacional no prazo de 180 dias.


Mostramos acima um conteúdo completo no que envolve a isenção imposto de renda 2019, que nada mais é que um benefício da Receita Federal para aqueles cidadão que se enquadram nos requisitos exigidos, como por exemplo portadores de doenças.

Caso ainda tenha alguma dúvida sobre a isenção imposto de renda, deixe um comentário abaixo que iremos te responder rapidamente. Boa sorte!

CÁLCULO IMPOSTO DE RENDA 2019 – Calcular, Alíquotas, Simulação

O IRPF existe em diversos países, é um índice sobre a renda do contribuinte, seja pessoa física ou jurídica. Todos contribuintes que recebem até um determinado valor são obrigados a deduzir uma determinada porcentagem, definida pelo cálculo imposto de renda 2019, de sua renda média anual para o governo federal.

O imposto de renda 2019 incide sobre todas as pessoas que tenham tido um ganho acima de determinado valor mínimo definido pela Receita. O contribuinte é obrigado a enviar informações através da declaração de ajuste anual, para identificação de possíveis débitos ou créditos.

O imposto de renda é pago pelas pessoas físicas e é calculado com base na renda dos contribuintes. A alíquota é variável e proporcional à renda tributável, ou seja, os contribuintes com um determinado valor de renda são considerados isentos.

Como é feito o cálculo imposto de renda 2019

CÁLCULO IMPOSTO DE RENDA 2019O cálculo imposto de renda é realizado com base no salário bruto multiplicado pela alíquota do INSS menor o valor de dedução por dependente multiplicado pela alíquota do imposto de renda menos a parcela que deverá ser deduzida do imposto de renda.

A fórmula utilizada deverá ser então:

Salário bruto – Dependentes – INSS multiplicado pela Alíquota – Dedução = Imposto de renda retido na fonte.

Confira a tabela que foi utilizada no cálculo mensal do imposto de renda:

Rendimentos previdenciários isentos para maiores de 65 anos

Ano-calendário Valores isentos mensais (R$)
A partir do mês de abril do ano-calendário de 2015 até 1.903,98
2015, até o mês de março até 1.787,77
2014 até 1.787,77

Tabela de incidência mensal

Base de cálculo (R$) Alíquota (%) Parcela a deduzir do IRPF (R$)
Até 1.903,98
De 1.903,99 até 2.826,65 7,5 142,80
De 2.826,66 até 3.751,05 15 354,80
De 3.751,06 até 4.664,68 22,5 636,13
Acima de 4.664,68 27,5 869,36

Esse cálculo é apenas explicativo e não considera outros direitos do trabalhador. A dedução de dependentes no imposto de renda é de R$ 189,59 e leva em consideração a seguinte lista:


01. Companheiros com quem o contribuinte tenha um filho ou com quem esteja a mais de 5 anos ou cônjuge;


02. Filho ou enteado com até 21 anos de idade ou em qualquer idade, desde que seja incapacitado física ou mentalmente para trabalhar;


03. Filho ou enteado que ainda esteja cursando ensino superior ou escola técnica de segundo grau até os 24 anos de idade;


04. Irmão, neto ou bisneto sem arrimo de pais, de quem o contribuinte tenha a guarda judicial até os 21 anos, ou em qualquer idade, quando incapacitado física ou mentalmente para o trabalho;


05. Irmão, nem ou bisneto sem arrimo dos pais com idade de 21 a 24 anos que ainda esteja cursando ensino superior ou escola técnica de segundo grau, desde que o contribuinte tenha detido sua guarda judicial até os 21 anos;


06. Menor pobre de até 21 anos que o contribuinte seja responsável pela educação e que crie, de quem detenha a guarda judicial;


07. Pessoa que seja completamente incapaz, que o contribuinte seja tutor ou curador;


08. Nenhum dos dependentes pode ser declarante do imposto de renda.


Simulação Imposto de Renda 2019

Uma excelente forma de confirmar o valor devido à Receita Federal é através do simulador de alíquota efetiva do imposto de renda para pessoas físicas. Uma ferramenta gratuita e disponível todo o ano pela Receita Federal, o órgão responsável pela arrecadação do imposto de renda no país.

O simulador é um excelente recurso para que o contribuinte possa entender melhor como funciona o cálculo Imposto de Renda 2019 sob seus ganhos. Com o simulador é possível fazer consultas para ver o valor de desconto das parcelas pagas mensalmente ou o montante anual.

Confira o passo a passo para utilizar o simulador da Receita Federal:

CÁLCULO IMPOSTO DE RENDA 2019


Passo 01: Acesse o site da Receita Federal www.receita.fazenda.gov.br;


Passo 02. Informe os seus ganhos mensais ou o total anual que contribui para o acúmulo da renda;


Passo 03. Informe as despesas que podem ser abatidas do cálculo da contribuição, os gastos comprovados que reduzem o valor dos impostos;


Passo 04. Observe a base do cálculo, que será o resultado do total de rendimentos tributáveis subtraída dos rendimentos dedutíveis;


Passo 05. Observe as faixas de dedução do imposto de renda;


Passo 06. A alíquota efetiva é o percentual final de imposto que irá incidir sobre os rendimentos, ou seja uma pessoa que recebe R$ 3 mil de renda para uma alíquota efetiva de 3,17% do valor, ou seja ela contribui com R$ 95,20 do imposto de renda mensalmente.


Tabela imposto de renda 2019

CÁLCULO IMPOSTO DE RENDA 2019Quando vai chegando o momento de realizar a declaração do imposto de renda, as pessoas ficam com dúvidas sobre o funcionamento da declaração, mesmo os que possuem experiência com a declaração do imposto de renda ainda sentem dúvidas por conta das mudanças que costumam acontecer todos os anos.

As alíquotas costumam varias a cada ano e também de acordo com o salário do contribuinte e o trabalhador que ganhe até R$ 22.847,76 por ano não precisa realizar a declaração do imposto de renda, ou seja, está isento.

Confira a tabela imposto de renda:

Base de cálculo (R$) Alíquota (%) Parcela a deduzir do IRPF (R$)
Até 1.903,98
De 1.903,99 até 2.826,65 7,5 142,80
De 2.826,66 até 3.751,05 15 354,80
De 3.751,06 até 4.664,68 22,5 636,13
Acima de 4.664,68 27,5 869,36

Alíquotas do imposto de renda:


01. Quem recebe até R$ 1.903,98 não precisa pagar Imposto retido na fonte;


02. Para quem recebe de R$ 1.903,99 até R$ 2.826,65 mensais, paga 7,5% de alíquota e tem dedução de R$ 142,80.


03. Para quem recebe de R$ 2.826,66 até R$ 3.751,05, alíquota de 15% e dedução de R$ 354,80.


04. Para quem recebe de R$ 3.751,06 até R$ 4.664,68, alíquota de 22,5% e R$ 636,13 de dedução.


05. Acima de R$ 4.664,68 a alíquota vai para 27,5% e dedução de R$ 869,36.


A tabela para realizar o cálculo imposto de renda 2019 costuma ser divulgada no inicio do ano antes mesmo da divulgação das datas para declarar imposto de renda para que o contribuinte não atrase sua declaração.

A tabela serve para que o contribuinte saiba se realmente precisa realizar a declaração dos seus ganhos ou não, além das alíquotas referentes ao imposto daquele ano da declaração do imposto de renda.

Quem deve declarar o imposto de renda 2019?

Confira abaixo a lista de requisitos obrigatórios para entregar a declaração de imposto de renda:


01. As pessoas físicas residentes no Brasil que receberam rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70 ano ano base;


02. Os contribuintes que receberam rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido superior a R$ 40 mil no ano passado;


03. Quem obteve ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas;


04. Quem tiver a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300 mil, também deve declarar IR neste ano;


05. Contribuintes que passaram à condição de residente no Brasil, em qualquer mês do ano passado;


06. Quem optou pela isenção do imposto sobre a renda incidente sobre o ganho de capital auferido na venda de imóveis residenciais, cujo produto da venda seja destinado à aplicação na aquisição de imóveis residenciais localizados no país;


07. Quem teve, no ano passado, receita bruta em valor superior aos R$ 142.798,50 oriunda de atividade rural.


Gostou do artigo? Desenvolvemos exclusivamente para sanar todas as dúvidas relacionadas ao cálculo imposto de renda 2019, mas caso ainda tenha algum questionamento é só deixar um comentário abaixo. Boa sorte!

COMO DECLARAR IMPOSTO DE RENDA 2019 – Declaração, Isenção

É importante saber como declarar imposto de renda 2019 é um tributo cobrado pela Receita Federal a todos os brasileiros. É de cunho obrigatório e tem como principal objetivo a arrecadação de valores para investimento em setores como a educação, infraestrutura e no pagamento dos benefícios sociais.

Por essa razão, é sempre importante estar atento as informações divulgadas sobre o imposto de renda, mesmo que seja obrigatório, existem alguns brasileiros que possuem a isenção ao pagamento do imposto que é descontado mensalmente diretamente do salário do trabalhador, mas uma vez por ano quando a declaração é realizada, o contribuinte pode descobrir se pagou a mais ou a menos.

Além disso, na declaração de imposto de renda, o contribuinte tem a opção de ter valores deduzidos do pagamento para quem então o pagamento do imposto seja menor.  Caso a receita confirme todas as informações passadas e conclua que você pagou mais do que deveria, você receberá restituição, porém, caso você tenha pago menos, estará devendo impostos à Receita Federal.

Como declarar imposto de renda 2019

A Receita Federal todos os anos determina uma data para que as declarações sejam enviadas neste prazo, porém milhões de brasileiros não sabem como declarar imposto de renda. Por ser um processo complicado, a maioria recorre a um contador para que a declaração seja feita.

Visando facilitar seu processo de envio, fizemos o passo a passo abaixo para você realizar a declaração de imposto de renda 2019. Confira:

COMO DECLARAR IMPOSTO DE RENDA 2019


01. Faça o download do programa para declaração do imposto de renda no site da Receita Federal;


02. Logo na primeira tela você tem a opção de importar os dados do ano anterior ou preencher uma nova declaração;


03. Para preencher uma nova declaração clique em “Criar Nova Declaração”;


04. Em seguida clique em “Criar nova sem importar”;


05. Opte pela “Declaração de ajuste anual” e inclua seus dados como nome, CPF, etc;


06. Em seguida, preencha todas as fichas nas telas seguintes;


07. Ao final, você terá a opção de escolher entre o modelo simplificado com desconto de 20% ou o modelo completo para utilizar as deduções legais;


08. A “Declaração final de espólio” é para quando sai o inventário de um declarante já falecido e a “Declaração de saída definitiva do país” é para os que assumem a condição de não residente no Brasil;


09. O programa também permite a impostação de dados preenchidos em um rascunho online fornecido pela própria Receita Federal;


10. Na seguinte tela, o contribuinte decidirá se deseja utilizar os dados anteriores;


11. Em seguida as etapas serão divididas em fichas na lateral esquerda;


12. Preencha a identificação, com nome, data de nascimento e outros;


13. Não esqueça de mencionar se o declarante possui algum tipo de doença grave ou se é portador de doença grave ou doença física ou mental;


14. Informe os dados dos dependentes e alimentandos;


15. Preencha corretamente os rendimentos de pessoa jurídica;


16. Preencha corretamente os rendimentos de pessoa física e exterior;


17. Preencha corretamente os demais dados;


18. Confira se a declaração e as informações estão corretas e envie sua declaração;


19. Imprima o comprovante e pronto!


Quem deve declarar imposto de renda 2019?

Nem todos contribuintes são obrigados a declarar imposto de renda, porém caso você esteja em algum item dessa lista, saiba que a entrega completa dessa declaração obrigatória.

COMO DECLARAR IMPOSTO DE RENDA 2019

Lista de quem precisa declarar imposto de renda 2019:


01. As pessoas físicas residentes no Brasil que receberam rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70 ano ano base;


02. Os contribuintes que receberam rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido superior a R$ 40 mil no ano passado;


03. Quem obteve ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas;


04. Quem tiver a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300 mil, também deve declarar IR neste ano;


05. Contribuintes que passaram à condição de residente no Brasil, em qualquer mês do ano passado;


06. Quem optou pela isenção do imposto sobre a renda incidente sobre o ganho de capital auferido na venda de imóveis residenciais, cujo produto da venda seja destinado à aplicação na aquisição de imóveis residenciais localizados no país;


07. Quem teve, no ano passado, receita bruta em valor superior aos R$ 142.798,50 oriunda de atividade rural.


Isenção imposto de renda 2019

Nem todas as pessoas com renda devem realizar a declaração, a Receita Federal também define regras para isentar cidadãos. Confira a seguir a lista  com os requisitos de quem não precisa declarar imposto de renda 2019:


01. Rendimentos relativos a aposentadoria, pensão ou reforma;


02. Pessoas com renda até 1.903,98 (de acordo com a tabela de 2016);


03. Pessoas portadora de doenças graves, que se encaixem nos requisitos impostos na Lei nº 7.713/88;

Pessoas que possuam:

  • AIDS (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida);
  • Alienação Mental;
  • Cardiopatia Grave;
  • Cegueira;
  • Contaminação por Radiação;
  • Doença de Paget em estados avançados (Osteíte Deformante);
  • Doença de Parkinson;
  • Esclerose Múltipla;
  • Espondiloartrose Anquilosante;
  • Fibrose Cística (Mucoviscidose);
  • Hanseníase;
  • Nefropatia Grave;
  • Hepatopatia Grave;
  • Neoplasia Maligna;
  • Paralisia Irreversível e Incapacitante;
  • Tuberculose Ativa.

Caso se enquadre na situação de isenção imposto de renda 2019, o contribuinte deverá procurar o serviço médico oficial da União, dos Estados, do Distrito Federal ou dos Municípios para que seja emitido laudo pericial comprovando a doença, e assim, ser orientado para comprovar a isenção.


Pronto! Agora você já sabe as principais informações divulgadas pela Receita Federal, esperamos que não exista dúvidas sobre como declarar imposto de renda 2019. Caso tenha algum questionamento sobre o assunto é só deixar um comentário abaixo que iremos te responder. Boa sorte!

QUEM DEVE DECLARAR O IMPOSTO DE RENDA 2019 – SAIBA AQUI

Todos os anos mais de 40 milhões de contribuintes entregam a declaração IRPF. A Receita Federal é quem controla o recebimento das declarações e é essencial que o contribuinte não perca o prazo e saiba quem deve declarar o imposto de renda 2019, pois se não poderá acabar acarretando problemas com a Receita Federal e até mesmo ter que pagar uma multa.

O imposto de renda 2019 é o tributo mais importante que os brasileiros precisam pagar. O contribuinte precisa declarar anualmente os rendimentos e bens à Receita Federal. Sejam trabalhadores, aposentados, pensionistas ou até mesmo que estejam dentro dos requisitos legais, esses e outros são obrigados a declarar o imposto de renda.

Saiba quem deve declarar o imposto de renda 2019

Não são todos os contribuintes que são obrigados a realizar a entrega da declaração de imposto de renda, porém se você se enquadra em algum dos critérios necessários, a declaração do imposto de renda torna-se obrigatória.

QUEM DEVE DECLARAR O IMPOSTO DE RENDA 2019

Confira quem deve declarar o imposto de renda obrigatóriamente:


01. Contribuintes que receberam, no ano de 2017, rendimentos tributáveis que totalizaram mais de R$ 28.559,70, ou seja, trabalhadores, aposentados ou pensionistas com renda mensal com valor de mais de R$ 1.903,98 mensal;


02. Contribuintes que tiveram rendimentos não-tributáveis acima de R$ 40.000,00. Rendimentos não tributáveis são aqueles que não geram nem lucro, nem valor liquido, sendo assim não precisa pagar imposto;


03. Para os trabalhadores do campo é obrigatório fazer a declaração do imposto de caso, caso o rendimento anual bruto de renda ruralacima de R$ 128.308,50;


04. Contribuintes que investiram qualquer valor em bolsas de valores, mercado de capitais ou similares;


05. Contribuintes com imóvel ou terrenos em suas posses, com valor superior a R$ 300 mil;


06. Trabalhadores que optarem pela isenção de imposto de renda sobre o valor da venda de imóveis, desde que esse seja usado para a compra de outro imóvel em território nacional no prazo de 180 dias.


É essencial saber que a sonegação de impostos, principalmente se você faz parte da lista de contribuintes que precisam realizar a declaração do imposto de renda e não realize a declaração, pode acabar recebendo uma punição, que chega a uma detenção de até 2 anos de regime fechado em prisão.

Saiba quem não precisa declarar imposto de renda 2019

Os contribuintes que não são obrigados a declarar o imposto de renda são aqueles que não se enquadram em nenhum dos perfis citados na lista acima. A Receita Federal também deixa isento da declaração do imposto de renda trabalhadores que se enquadrem nos seguintes perfis:


01. Não precisam fazer a declaração do imposto de renda trabalhadores que possuem renda mensal inferior a R$ 1.903,98;


02. Estarão isentos do pagamento de imposto de renda os trabalhadores diagnosticados com uma das doenças dispostas na lei nº 7.713/88:

  • Hepatopatia Grave;
  • Espondiloartrose Anquilosante;
  • Hanseníase;
  • Neoplasia Maligna;
  • Alienação Mental;
  • Doença de Paget em estados avançados (Osteíte Deformante);
  • Doença de Parkinson;
  • Esclerose Múltipla;
  • Paralisia Irreversível e Incapacitante;
  • AIDS (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida);
  • Cegueira;
  • Cardiopatia Grave;
  • Fibrose Cística (Mucoviscidose);
  • Nefropatia Grave;
  • Tuberculose Ativa;
  • Contaminação por Radiação.

Como declarar o imposto de renda 2019

Você realiza sua declaração através do programa da Receita Federal que deverá estar instalado em seu computador. Confira o passo a passo para realizar sua declaração do imposto de renda 2019 corretamente:

QUEM DEVE DECLARAR O IMPOSTO DE RENDA 2019

  • Acesse o site receita.fazenda.gov.br;
  • Faça o download e a instalação do programa da Receita Federal;
  • Reúna todos os documentos necessários antes de realizar o preenchimento;
  • Inicie o programa e clique em criar nova declaração;
  • Clique em criar nova sem importar;
  • Preencha seu CPF, nome completo e aperte OK;
  • Feito isso, aparecerá diversas abas para preenchimento, preencha todas;
  • Clique no menu todos os campos a respeito dos ganhos e gastos;
  • Preencha tudo o que for necessário;
  • Em rendimentos tributados recebidos declare seu salário e ganhos
  • Clique em Novo;
  • Preencha todos os campos;
  • Em pagamentos efetuados, declare os gastos que podem ser deduzidos;
  • Clique em verificar pendências;
  • Clique em entregar declaração e pronto!

Como receber a restituição imposto de renda 2019?

QUEM DEVE DECLARAR O IMPOSTO DE RENDA 2019Quanto mais cedo a declarar o imposto de renda, mais cedo a restituição será recebida. Mas, os brasileiros acabam sempre deixando para a última hora e realizando a declaração nos últimos momentos, após ter finalmente conseguido reunir os diversos documentos que são necessários para que a declaração do imposto de renda fique enfim completa.

Recebe a declaração do imposto de renda então quem é organizado e se prepara para declarar logo que o prazo começa. Confira o calendário da restituição imposto de renda:

  • 1º lote – 16 de junho
  • 2º lote – 17 de julho
  • 3º lote – 15 de agosto
  • 4º lote – 15 de setembro
  • 5º lote – 16 de outubro
  • 6º lote – 16 de novembro
  • 7º lote – 15 de dezembro

São sete lotes, sendo que os lotes podem ser facilmente consultados através do site da Receita Federal, onde o contribuinte tem acesso ao extrato do imposto de renda e a data em que receberá sua restituição.


Sabemos da importância que é fazer corretamente a declaração de imposto de renda, até mesmo para não cair na malha fina e até pagar multas de valores enormes. A Receita Federal não perde tempo quando o assunto é punir os cidadãos que estão irregulares.

Por isso desenvolvemos esse artigo para que você saiba quem deve declarar o imposto de renda 2019, mas caso ainda tenha maiores dúvidas é só deixar um comentário abaixo que responderemos assim que for possível. Boa sorte!

PRAZO IMPOSTO DE RENDA 2019 – Cronograma, Lotes e Entrega

O prazo imposto de renda 2019 em relação ao pagamento termina quase na metade do ano, sempre iniciando em Fevereiro. Aqueles que realizarem a declaração com atraso, poderão pagar multa de até 1% do imposto devido por mês. O valor mínimo é de R$ 165,74 e o máximo é de 20% do imposto devido.

Os que entregam a declaração de imposto de renda com antecedência tem chances de receber a restituição logo nos primeiros lotes, que costumam começar logo em junho e o restante dos pagamentos segue até dezembro. Os que costumam receber primeiro são os idosos, pessoas com deficiência, e pessoas com doenças graves.

Prazo imposto de renda 2019

O prazo para entregar a declaração é até as 23 horas e 59 minutos do dia 28/04/2019. Como dito anteriormente, não declarar imposto de renda 2019 pode implicar em multa para o contribuinte, além de outras penalidades acerca do CPF.

PRAZO IMPOSTO DE RENDA 2019

A dica é que mesmo os que tenham perdido o prazo imposto de renda 2019 e não conseguirem declarar todos os valores realizem uma declaração incompleta, apenas para não perderem o prazo e acabarem recebendo uma multa.

Posteriormente, essa declaração incompleta pode ser editada e corrigida.

Cronograma imposto de renda 2019

PRAZO IMPOSTO DE RENDA 2019As restituições costumam ser realizadas de acordo com a ordem de declaração do imposto de renda e a prioridade de recebimento como dito anteriormente são para idosos, e portadores de doenças e necessidades especiais.

Em 2019, o pagamento será realizado em sete lotes, sendo o primeiro em junho e último em dezembro, conforme o cronograma divulgado no Diário Oficial da União.

Confira o cronograma do imposto de renda:

  • 1º lote: 16 de junho
  • 2º lote: 17 de julho
  • 3º lote: 15 de agosto
  • 4º lote: 15 de setembro
  • 5º lote: 16 de outubro
  • 6º lote: 16 de novembro
  • 7º lote: 15 de dezembro

Quem deve realizar a declaração do imposto de renda?

Deverá declarar o imposto de renda 2019, os contribuintes que:


01. Somaram mais de R$28.559,70 seja com o trabalho, pensões e outros benefícios;


02. Os que possuem veículos e outros bens materiais, como imóveis, por exemplo, que somam mais de R$300 mil;


03. Os que obtiveram ganho de capital com a venda de veículos e/ou imóveis;


04. Os que têm receita bruta de atividade rural maior que R$142.798,50;


05. Aqueles que receberam valor superior a R$40 mil em rendimentos isentos;


06. Os que realizaram operações na bolsa de valores.


A declaração de imposto de renda 2019 é obrigatória também para estrangeiros que passaram a residir no Brasil e se encaixam nesses casos citados acima.

Como fazer a declaração do imposto de renda?

Além da necessidade da apresentação de todos os dados, rendimentos e bens do contribuinte que está realizando a declaração do imposto de renda, o resumo que o programa da Receita Federal aprenderá será capaz de indicar a quantidade de impostos que deverão ser pagos para a Receita Federal e o valor da Restituição imposto de renda 2019, caso o contribuinte tenha realizado pagamento a mais para a Receita.

Confira a seguir um passo a passo para realizar a declaração de imposto de renda 2019:

PRAZO IMPOSTO DE RENDA 2019


01. Faça o download do programa para declaração do imposto de renda da Receita Federal;


02. Reúna todos os documentos necessários e abra o programa;


03. Abra o programa e preencha as informações necessárias como nome, cpf etc.


04. Preencha todos seus bens de direito, seus rendimentos e valores que constam em sua conta bancária. Além também de investimentos, valores e rendimentos dos dependentes.


05. É essencial que as informações verdadeiras sejam compartilhadas para que não acabem acontecendo complicações futuras.


06. Para preenchimento correto da declaração do imposto de renda é necessário preencher os seguintes campos:

  • Alimentandos;
  • Bens e direitos;
  • Dependentes;
  • Dívidas e ônus reais;
  • Doações efetuadas;
  • Espólio;
  • Importações;
  • Imposto pago/retido;
  • Pagamentos efetuados;
  • Renda;
  • Rendimentos;
  • Entre outras informações necessárias.

07. Antes de finalizar sua declaração de imposto de renda, é essencial acessar o resumo dos dados da declaração e conferir se não tem qualquer informação que não tenha sido inserida ou qualquer dado que tenha sido digitado incorretamente.


08. Lembrando que ao salvar sua declaração você poderá utilizá-la no próximo ano, ou seja, será uma forma mais fácil onde você poderá no próximo ano, realizar a importação dos dados da declaração realizada no último ano, e não precisará inserir a quantidade de dependentes, os número dos documentos novamente e outras informações que costumam ser básicas.


09. Caso todos os erros tenham sido corrigidos ou não tenham erros na declaração do imposto de renda, é chegada a hora de realizar a entrega da declaração do imposto de renda clicando em “Entregar Declaração” na parte inferior da barra lateral à esquerda e imprimir o recibo da declaração do imposto de renda, que será necessário para o próximo ano.


É de extrema importância ficar atento em relação ao prazo imposto de renda 2019, desde a entrega da declaração até os lotes de pagamentos da restituição. Anote sempre as datas para que não exista futuras multas e encargos.

Acimas retratamos um assunto que gera dúvida em muitos cidadãos brasileiros, que é o cronograma e o prazo do imposto de renda, mas caso ainda tenha algum questionamento deixe um comentário logo abaixo que iremos responder em breve. Boa sorte!

PROGRAMA IMPOSTO DE RENDA 2019 – (Receitanet) → Download

O programa imposto de renda 2019 é desenvolvido para coletar os desconto dos rendimentos do trabalhador entregue do Governo Federal. O valor costuma ser pré-estabelecido e varia de país para país. Existe atualmente no Brasil um valor mínimo determinado.

O trabalhador que ganhar a mais que esse valor mínimo definido pelo governo federal precisará contribuir com o imposto de renda e ter o desconto em seus rendimentos. O imposto de renda é descontado anualmente, e os rendimentos são declarados através da Declaração de Ajuste Anual.

Programa Imposto de Renda 2019

PROGRAMA IMPOSTO DE RENDA 2019O imposto de renda é recolhido pela Receita Federal, e essa declaração para o recolhimento adequado é realizada através do Programa Imposto de Renda, que facilita a vida dos contribuintes que desejam declarar de forma mais prática e rápida.

Isso porque o Receitanet pode ser baixado no computador e a declaração feita ali mesmo, sem que o contribuinte tenha que pagar paga que alguém realize o processo, fazendo-o dentro de sua casa em seu conforto.

O programa imposto de renda 2019 é encontrado no site da receita federal, e costuma armazenar os dados e documentos do contribuinte para o ano seguinte, tornando todo processo de declaração rápido e prático, afinal, o contribuinte só precisará alterar as partes de rendimentos e demais números que mudam conforme o passar do ano.

Download Programa Imposto de Renda (Receitanet)

Baixar o programa imposto de renda não é nada difícil, pois o contribuinte pode realizar o download de forma fácil e rápida. Recomenda-se que o download do programa seja feito através do site oficial da Receita Federal, para evitar que qualquer tipo de informação do contribuinte corra o risco de ser roubada na internet.

O programa de envio da declaração do imposto de renda estará disponível para download a partir de 23 de fevereiro. Além desse programa, também é necessário ter em seu computador o programa Receitanet.

Confira a seguir como fazer a instalação do programa imposto de renda 2019 da Receita Federal:

PROGRAMA IMPOSTO DE RENDA 2019

  • Acesse o site idg.receita.fazenda.gov.br;
  • Após fazer o download do arquivo, execute o aplicativo;
  • Caso autorização seja solicitada, basta clicar em “SIM”;
  • Uma janela abrirá informando que você está instalando o Receitanet;
  • Cique em “SIM”;
  • Na tela de instalação, basta clicar em avançar;
  • Selecione um local para instalação e clique em avançar;
  • Independente da localização um atalho será criado na área de trabalho;
  • Confirme os dados clicando em avançar;
  • Finalize a instalação clicando em “CONCLUIR”.

Quem deve declarar o imposto de renda 2019?


01. Contribuintes que tenham recebido no último ano rendimentos tributáveis que totalizem mais de R$ 28.559,70. Trabalhadores, aposentados ou pensionistas com renda mensal de mais de R$ 1.903,98 mensais.


02. Contribuintes que tenham obtido rendimentos não-tributáveis acima de R$ 40.000,00. Rendimentos não tributáveis são os que não geram lucro nem valor líquido, não sendo necessário o pagamento do imposto.


03. Para trabalhadores do campo é obrigatória a declaração do imposto de caso, caso o rendimento anual bruto de renda rural seja acima de R$ 128.308,50.


04. Contribuintes que tenham investido qualquer valor na bolsa de valores, mercado de capitais ou outros.


05. Contribuintes com imóveis ou terrenos em suas posses, com valores superiores a R$ 300 mil.


06. Trabalhadores que decidirem pela isenção do imposto de renda sobre o valor da venda de imóveis, desde que esse valor seja utilizado para compra de outro imóvel em território nacional dentro de um prazo de 180 dias.


Como declarar o imposto de renda 2019

Siga o passo a passo para fazer sua declaração de imposto de renda sem qualquer dor de cabeça:

PROGRAMA IMPOSTO DE RENDA 2019


Passo 01. Após feito o download do programa necessário para declaração do imposto de renda, abra o programa;


Passo 02. Selecione a opção “Criar nova declaração”;


Passo 03. Identifique o tipo de declaração que será feita, Declaração de ajuste anual para pessoa física;


Passo 04. Navegue pelo menu que aparecerá no lado esquerdo da tela para realizar sua declaração do imposto de renda passo a passo;


Passo 05. Identifique-se no primeiro passo informando todos os seus dados pessoais no cadastro do sistema;


Passo 06. Feito isso, salve as informações e pule para a próxima etapa;

Nessa etapa será necessário informar:

  • Dependentes;
  • Alimentandos;
  • Rendimentos;
  • Imposto pago/retido;
  • Pagamentos efetuados;
  • Doações efetuadas;
  • Bens e direitos;
  • Dívidas e ônus reais;
  • Espólio;
  • importações;
  • Renda;
  • Entre outras informações necessárias para a declaração.

Passo 07. Após o preenchimento de todos os dados o programa te mostra o resumo de sua declaração. Lembre-se de conferir cada detalhe e caso tenha algum erro volte e corrija-o;


Passo 08. O resumo apresentado mostra as informações do quanto foi pago de imposto durante o ano e se você tem direito a restituição ou se precisará pagar mais impostos;


Passo 09. Com a ferramenta “Verificar pendências” você tem acesso a todas as informações preenchidas na declaração. Confira bem e utilize as ferramentas do programa para evitar possíveis problemas;


Passo 10. Caso existam alterações ou correções a serem feitas, basta clicas em entregar declaração, no canto inferior da tela, a declaração será salva automaticamente;


Passo 11. Após isso aparecerá uma caixa na tela solicitando que você selecione a declaração que será entregue.


Feito isso sua declaração está enviada, basta imprimir o recibo e pronto!

Acima fizemos um guia completo sobre o programa imposto de renda 2019, também conhecido como Receitanet, mas caso ainda possua alguma dúvida é só deixá-la no campo de comentários abaixo que responderemos assim que for possível. Boa sorte!

TABELA IMPOSTO DE RENDA 2019 – Alíquotas e Base de Cálculo

A tabela imposto de renda 2019 faz parte do imposto obrigatório cobrado pelo governo. O imposto é a porcentagem descontada todos os anos pelo governo dos rendimentos da pessoa física e jurídica. Esses rendimentos vão desde o salário recebido por essa mesma pessoa, até mesmo um aluguel, qualquer outro tipo de recebimento, prêmios da loteria e mais.

As pessoas físicas, que são os trabalhadores possuem uma porcentagem fica de descontos, e essa mesma taxa costuma variar de acordo com a renda recebida por cada um e é informada por uma tabela imposto de renda.

Caso o pagamento tem sido além do devido durante o ano, o governo obrigatoriamente deverá devolver uma parte do que já foi pago. O governo também tem a possibilidade de deduzir do imposto de renda pago pela pessoa. As deduções são por educação, saúde, gasto com dependentes e outros.

O que é a Tabela Imposto de Renda 2019?

A tabela do imposto de renda é utilizada pela Receita Federal para calcular o valor que a pessoa física deveria ter pago no último ano. Com essa tabela, a Receita consegue fazer uma soma dos rendimentos de cada pessoa, e realiza os descontos das deduções que forem necessárias. Com o resultado, a tabela indicará a porcentagem de imposto que deverá ser paga.

TABELA IMPOSTO DE RENDA 2019

Como exemplo, confira abaixo a tabela imposto de renda, com 5 faixas, e a base do cálculo referente ao que cada pessoa recebe todo mês. Dessa forma, com uma base, é possível calcular a alíquota e a parcela que será deduzida do imposto de renda.

Confira a tabela de exemplo:

Rendimentos previdenciários isentos para maiores de 65 anos

Ano-calendário Valores isentos mensais (R$)
A partir do mês de abril do ano-calendário de 2015 até 1.903,98
2015, até o mês de março até 1.787,77
2014 até 1.787,77

Tabela de incidência mensal

Base de cálculo (R$) Alíquota (%) Parcela a deduzir do IRPF (R$)
Até 1.903,98
De 1.903,99 até 2.826,65 7,5 142,80
De 2.826,66 até 3.751,05 15 354,80
De 3.751,06 até 4.664,68 22,5 636,13
Acima de 4.664,68 27,5 869,36
A tabela imposto de renda passa por correções todos os anos, essas correções servem para a declaração de ajuste do ano seguinte. Mas, se considerada a inflação que o país tem enfrentado nesses últimos anos, a alíquota pode também sofrer alterações subindo um pouco mais do que o esperado.

Alíquotas Imposto de Renda 2019

TABELA IMPOSTO DE RENDA 2019As alíquotas são responsáveis por informar quanto será descontado do salário do trabalhador como forma de contribuição para o imposto de renda. Brasileiros e brasileiros que vivem no exterior precisam ter conhecimento das informações compartilhadas na tabela de alíquotas, pois a mesma sofre alterações todos os anos.

Elas costumam variar de acordo com a renda de cada contribuinte. Os que recebem uma renda mais baixa não sofrem qualquer tipo de incidência de tributação. Com a tabela imposto de renda 2019 é possível consultar os isentos para o ano.

Confira:

Base de cálculo (R$) Alíquota (%) Parcela a deduzir do IRPF (R$)
Até 1.903,98
De 1.903,99 até 2.826,65 7,5 142,80
De 2.826,66 até 3.751,05 15 354,80
De 3.751,06 até 4.664,68 22,5 636,13
Acima de 4.664,68 27,5 869,36
Ou seja, no imposto de renda 2019, a alíquota é o percentual que será reduzido no imposto total.

Os valores são atualizados todos os anos, sofrendo alterações, ou seja, os valores podem subir ou reduzir e quem aprova a nova tabela de alíquotas é o Congresso Nacional, para que então ela passe a valer. Os valores são definidos pela câmara dos Deputados juntamente ao Ministério da Fazenda.

Quem deve declarar o Imposto de Renda 2019

É essencial saber se é necessário realizar a declaração do imposto de renda e quais são os requisitos que fazem com que o contribuinte seja obrigado a realizar a declaração.

Confira a lista com as informações sobre quem é obrigado a fazer a declaração e veja se você se encaixa:


Requisito 01. Pessoas físicas residentes no Brasil, que tenham recebido rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70 no último ano;


Requisito 02. Contribuintes que tenham recebido rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido superior a R$ 40 mil no último ano;


Requisito 03. Pessoas que tenham obtido capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto ou que tenha realizado operações em bolsas de valores de mercadores, de futuros e assemelhadas;


Requisito 04. Quem tiver posse ou propriedade de bens ou direitos, até mesmo terra nua de valor total ou superior a R$ 300 mil;


Requisito 05. Contribuintes que tenham passado á condição de residentes no Brasil, em qualquer mês do último ano;


Requisito 06. Quem optou pela isenção do imposto sobre a renda incidente sobre o ganho de capital auferido na venda de imóveis residenciais, e o produto da venda tenha sido destinado à aplicação na aquisição de imóveis residenciais localizados no país;


Requisito 07. Quem obteve no último ano a receita bruta em valor superior a R$ 142.798,50 oriunda de atividade rural.


Declaração de Imposto de Renda 2019

Antes de começar a realizar sua declaração de imposto de renda, você precisará reunir toda a documentação necessária, além claro de primeiro se certificar de que você realmente precisa declarar, de acordo com a lista compartilhada acima.

Feito isso, faça o download do programa de declaração do imposto de renda disponibilizado pela Receita Federal em seu site.

Receita Federal Imposto de Renda 2019


Passo 01: Para realizar a declaração do imposto de renda com sucesso, é necessário preencher todos os dados básicos necessários, como nome e CPF e após o preenchimento apertar OK.


Passo 02:  Após o preenchimento dos dados básicos, você deverá inserir os dados dos dependentes e alimentandos em sua declaração.


Passo 03: Essa parte exige mais atenção do contribuinte, bois os rendimentos recebidos deverão ser declarados. Quando algum desses rendimentos não forem declarados, o contribuinte pode acabar caindo na malha fina.


Passo 04: Declare nessa etapa os pagamentos que foram realizados com o Imposto de Renda. Dependendo dos pagamentos que forem declarados, será possível deduzir ou descontar os valores devidos ao final da declaração.


Passo 05: Antes de realizar a entrega da declaração preencha os campos sobre bens e direitos, dívidas e ônus. Esses bens devem ser declarados para que o contribuinte não caia na malha fina.


Passo 06: Após preencher corretamente e verificar todos os dados, realize a entrega da sua declaração do imposto de renda.


Declarar o imposto de renda não é uma tarefa tão fácil, porém com a quantidade de informações que a Receita Federal divulga, os cidadãos brasileiro poderão entender melhor o assunto e até mesmo fazer a declaração, sem precisar pagar um contador.

Acima detalhamos tudo que envolve a tabela imposto de renda 2019 para ficar sabendo o valor que será descontado ou até mesmo a quantia a ser paga a Receita, mas caso tenha alguma dúvida é só deixar um comentário abaixo. Boa sorte!

Receita Federal Imposto de Renda 2019 – Declaração e Restituição

O Brasil sofre com a tributação pesada, principalmente o IRPF a pagar para a Receita Federal Imposto de Renda 2019. Por essa razão, de janeiro à abril todos os anos as pessoas já ficam com a cabeça na restituição, com intenção de ter de volta ao menos um pouco do que foi pago no último ano.

Porém, não são todas as pessoas que possuem o direito de restituir os impostos pagos, e os que devem ter atenção aos procedimentos impostos pela Receita Federal para a devolução do imposto.

O que é a Receita Federal Imposto de Renda 2019?

O imposto de renda é o valor descontado dos rendimentos o trabalhador no último ano. Esse valor é recebido pelo Governo Federal através da Receita Federal, o órgão responsável pela administração do Imposto de Renda no Brasil.

Receita Federal Imposto de Renda 2019

Mesmo sendo obrigatório aos brasileiros, existem pessoas que tem a oportunidade de ficar de fora da declaração de imposto de renda, e para isso é necessário que essa pessoa se encaixe nas regras definidas pela Receita Federal.

Existem também pessoas que não sabem, mas existe o Imposto de Renda para empresas, que é conhecido como Declaração de Ajuste Anual.

Declaração de Imposto de Renda 2019

Caso você nunca tenha feito a declaração de Imposto de Renda e esteja se preparando para realiza-la pela primeira vez, ou já tenha feito a declaração, porém contratou uma pessoa para realizar o procedimento, saiba que não existe nenhuma dificuldade em realizar o procedimento.

A declaração imposto de renda Receita Federal pode ser realizada em casa de forma rápida, simples e prática. Confira um passo a passo:

Receita Federal Imposto de Renda 2019


Separe os documentos e comprovantes necessários: Para dar início a declaração do imposto de renda é preciso reunir os documentos que são considerados essenciais e que comprovam e detalhem os valores recebidos no último ano. Como por exemplo, um documento que informe os salários recebidos, as contribuições para o INSS e a Receita Federal que estão retidos na fonte.


Faça o download do programa do Receita Federal Imposto de Renda: Instale o programa gerador de declaração disponível no site da Receita. O programa cria a declaração e é através dele que você informará os dados que serão enviados à Receita Federal.


Preencha os dados exigidos: Os que realizaram a última declaração de imposto de renda tem a opção de recuperar as informações da delação anterior no programa. Mas caso seja sua primeira vez, você precisará todos os rendimentos, despesas e dívidas referentes ao último ano, assim como as posses e bens presentes no patrimônio até o último dia do último ano.

As informações devem ser preenchidas no menu localizado à esquerda do programa de declaração de imposto de renda. Com os rendimentos e demais informações em mãos, basta observar em qual ficha cada valor deverá ser inserido. Quando seus bens forem declarados, o valor informado deverá ser o de custo de aquisição ou seja, sem considerar a valorização ou desvalorização do tempo.


Escolha o modelo de declaração (simplificado ou completo): Após o preenchimento dos dados, selecione o modelo de tributação de sua declaração. Caso a sua opção seja a declaração simplificada, sua declaração terá um abatimento único de 20% dos rendimentos tributáveis, limitado a 16.754,34 reais. Já na declaração completa, as deduções são feitas uma por uma.

O programa te informa qual a opção mais vantajosa para sua declaração de acordo com as informações compartilhadas. Onde você escolhe pelo modelo é compartilhado um resumo de qual será o imposto de renda, deduzir ou restituir em cada um dos modelos.


Envie a declaração imposto de renda: A declaração deve ser enviada até as 23h59min do último dia disponível para realização da declaração. Assim que o envio é finalizado, o recibo da entrega é gerado automaticamente. Recomenda-se imprimir o recibo e guarda-lo em algum local onde você não possa perde-lo.

O número de sua declaração será útil para corrigir erros em sua declaração e também para importar as informações de declarações realizadas anteriormente.


Restituição Imposto de Renda 2019

Receita Federal Imposto de Renda 2019 A restituição do imposto de renda costuma acontecer quando as despesas dedutíveis não são contadas conforme o período tributado, ou seja, o contribuinte recebe de volta o valor que foi pago à mais para a Receita Federal.

O declarante só terá direito a restituição do imposto de renda quando comprovado que o imposto retido na fonte ou o que foi pago durante o ano foi além do que realmente deveria ter sido pago, ou também pela qualidade dos rendimentos que podem ser tributáveis ou não, isentos ou tributados na fonte.

Existem pessoas que tem seu imposto retido na fonte porque costumam receber os rendimentos descontados em parcelas do imposto de renda mensalmente, que utilizam o carnê ou que recebem uma renda de outro país, essas são pessoas que tem direito à restituição.

A restituição imposto de renda 2019 é entregue em 7 lotes mensais, sendo o primeiro em Junho e o último em Dezembro. Existem prioridades no recebimento, como contribuintes acima de 60 anos e os que entregaram a declaração com antecedência.


A Receita Federal coordena, gerencia e executa todos os processos do Imposto de Renda, como: declaração, restituição, pagamentos, lotes, calendário, tabela e download do programa. Por isso é sempre bom ficar atento a todas as informações disponibilizadas por esse órgão.

Caso ainda existam dúvidas relacionadas a Receita Federal Imposto de Renda 2019, deixamos um espaço para comentários abaixo, é só mandar seu questionamento que responderemos assim que for possível. Boa sorte!

DECLARAÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA 2019 – PASSO A PASSO!

A Receita Federal cobra um tributo de todos os brasileiros. Esse tributo é conhecido como IRPF. A declaração de imposto de renda 2019 é obrigatória e tem como principal objetivo a arrecadação de valores para investimento em setores como educação, infraestrutura e para o pagamentos dos benefícios sociais.

A não declaração do imposto de renda pode criar diversos problemas. Por essa razão, é essencial ter atenção as informações e prazos disponibilizados pela Receita Federal. Mesmo que seja obrigatório, existem muitos brasileiros que são isentos da declaração e do pagamento do imposto.

Quem deve declarar o imposto de renda 2019?

De acordo com as regras impostas pela Receita Federal, as pessoas obrigada a realizar a entrega da declaração de imposto de renda, precisa:

DECLARAÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA 2019


Requisito 01. Quem tenha recebido rendimentos tributáveis que somaram mais de cerca de R$ 28.559,70. Os rendimentos deverão estar relacionados ao trabalho, aluguéis, pensões e benefícios. Para identificar os rendimentos tributáveis e os rendimentos isentos, a Receita Federal disponibiliza um canal para perguntas e respostas online para esclarecer as regras de todos os casos.


Requisito 02. Que tenha possuído no último ano, imóveis, veículos e demais bens acima do valor de R$ 300 mil.


Requisito 03. Pessoas que tenham obtido ganho de capital com venda de imóveis, veículos e outros bens.


Requisito 04. Pessoas que obtiveram uma receita bruta de atividade rural superior a R$ 142.798,50.


Requisito 05. Quem preferiu a isenção do Imposto de Renda sobre o ganho de capital obtido em uma venda de imóvel residencial, ao utilizar o dinheiro de forma integral para compra de outro imóvel no Brasil, em um prazo de 180 dias contados da celebração do contrato de venda.


Requisito 06. Quem recebeu acima de R$ 40 mil em rendimentos isentos, como juros de poupança ou do FGTS, não tributáveis como as indenizações do Plano de Desligamento Voluntário e outros tipos na fonte como o 13º salário, os ganhos com aplicação financeira e prêmios de loterias.


Requisito 07. Quem operou a bolsa de valores, mercadores e títulos futuros ou obteve um ganho de capital com os investimentos realizados no último ano.


Requisito 08. Quem passou a viver no Brasil no último ano e estava no país no último dia do ano (31 de dezembro).


Quem não precisa declarar o imposto de renda 2019?

DECLARAÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA 2019O valor a ser descontado da renda do trabalhador é definido de maneira anual pela Receita Federal e o Governo Federal. Muitas pessoas não sabem, mas o imposto de renda também funciona para as empresas, ou seja, pessoa jurídica. Mas, no imposto de renda 2019 de pessoa física, grande parte dos contribuintes são isentos.

As pessoas isentas do imposto de renda deverão se encaixar nesse perfil definido pela Receita Federal:


01. Pessoas com rendimentos mensal inferiores a R$ 1.999,18;


02. Pessoas com mais de R$ 300.000,00 avaliados em bens e direitos, sendo automóveis, imóveis, terrenos e outros. Parte desse patrimônio pode pertencer ao companheiro ou cônjuge de união estável, com quem possua um relacionamento em regime parcial de bens;


03. Pessoa dependente de outra pessoa. Porém, essa pessoa deve declarar seus rendimentos e bens no imposto de renda;


04. Aposentados com mais de 65 anos de idade que sobrevivam apenas do benefício.


Além dessas pessoas citadas acima, existem pessoas que podem solicitar a isenção do imposto de renda, sendo pessoas com algum tipo de enfermidade grave. Sendo essas enfermidades:

  • AIDS;
  • Alienação mental;
  • Tuberculose ativa;
  • Cardiopatia grave;
  • Paralisia incapacitante e irreversível;
  • Cegueira;
  • Neoplasia maligna;
  • Contaminação sofrida por radiação;
  • Nefropatia e hepatopatia grave;
  • Doença de Paget em estado avançado;
  • Hanseníase;
  • Doença de Parkinson;
  • Fibrose cística;
  • Esclerose múltipla;
  • Espondiloartrose anquilosante.

Nem todas as pessoas sabem que estão isentas da declaração de imposto de renda 2019, enquanto muitos não sabem como comunicar à Receita Federal que possuem direito à isenção. Isso porque a Receita trata de inúmeros assuntos, fazendo com que os veículos que passam as informações do imposto não informem como a isenção deve ser solicitada.

Caso você se encaixe na lista de pessoas que têm direito à isenção e você deseja ser dispensação da declaração de imposto de renda, é necessário acessar o site do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, realizar o download do documento chamado “Requerimento de Isenção de Imposto de Renda”, preencher as informações e endereçar à Receita Federal.

Como fazer a Declaração de Imposto de Renda 2019

Caso você se encaixe na lista de pessoas que precisam declarar imposto de renda, é essencial ter os documentos necessários para fazer a declaração em mãos. Mesmo que nenhum comprovante seja anexado no programa da Receita Federal, é sempre bom ter os documentos em mãos.

Sendo eles:

  • CPF de dependentes;
  • CPF e CPNJ de fontes pagadoras
  • Notas fiscais ou documentos comprobatórios;
  • Comprovante de rendimentos das fontes pagadoras
  • Comprovante de gastos dedutíveis no Imposto de Renda
  • Gastos com educação, saúde ou gastos com a previdência social.

Dependendo dos pagamentos, rendimentos bens e doações que tenham sido feitos, também é essencial ter um documento que os comprove. Esses documentos devem ser mantidos guardados para consulta em um período de cinco anos. Também é essencial ter em mãos o recibo da última declaração de imposto de renda.

DECLARAÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA 2019

  • Como declarar o imposto de renda (Passo a Passo)

Faça download e a instalação do programa de declaração de imposto de Renda 2019 da Receita Federal. Em seguida abra o programa para dar início a sua declaração.


Passo 01. Preencha os dados (nome e CPF) e aperte OK;


Passo 02. Após o preenchimento dos dados comum, preencha os dados dos dependentes e alimentandos em sua declaração na aba “dependentes” ou “alimentandos”;


Passo 03. Declare seus rendimentos. Essa parte do passo a passo exige atenção, pois são os rendimentos recebidos. Deixar de realizar essa parte da declaração pode fazer com que você acabe caindo na malha fina;


Passo 04. Declare os pagamentos realizados. Lembrando que dependendo dos pagamentos que foram realizados, é possível deduzir ou descontar os valores devidos ao fim da declaração;


Passo 05. Cheque se os bens, os direitos, dívidas e ônus estão ok. Antes de finalizar e checar se tudo está ok, preencha também os campos de bens e direitos, dividas e ônus. Essa parte não muda nada o valor do imposto de renda, mas devem ser declarados para evitar a malha fina.

  • Como entregar a declaração de imposto de renda (Passo a Passo)

Após os preenchimentos e de checar se tudo está correto, é chegado o momento de entregar a declaração de imposto de renda. Siga os passos a seguir para finalizar o processo corretamente.

Confira:


Passo 01. A primeira coisa que deve ser feita é acessar o campo “pendências” e verificar se há alguma informação incompleta na declaração, se houverem erros basta corrigir, caso não haja, a declaração pode ser entregue normalmente.


Passo 02. Escolha o tipo de declaração que será feita e verifique os valores escolhendo um que garanta o menor valor de pagamento. Feito isso basta entregar a declaração clicando em “entregar a declaração”.


A Receita Federal obriga todos os anos milhares de contribuintes brasileiros a declarar imposto de renda, porém esse processo não é simples e caso tal declaração não seja enviada, o mesmo poderá sofrer com multas de valores altíssimos.

Com o único intuito de ajudar, elaboramos este artigo para que você aprenda a fazer a declaração de imposto de renda 2019, mas se ainda existir dúvidas, deixe um comentário abaixo que iremos entrar em contato logo em breve. Boa sorte!

CONSULTA IMPOSTO DE RENDA 2019 – Restituição, Lote, Receita

As pessoas físicas no Brasil precisam todos os anos estar atentas aos prazos para declaração IRPF, além também da necessidade da consulta imposto de renda 2019. O imposto torna-se uma dívida todas as vezes que você recebe um dinheiro, ou seja, quando há renda.

Mesmo que existam diversas formas de rendimento isentas de impostos, boa parte das pessoas precisam realizar o pagamento desses impostos. Caso uma pessoa pague imposto a mais do que deve, ela tem o direito de ter a restituição desse imposto através da declaração.

A seguir mostraremos quem tem direito a restituição, lotes de pagamento e o principal: consulta restituição de imposto de renda. Confira!

Para que serve a consulta imposto de renda?

A consulta imposto de renda 2019 funciona para que o declarante saiba quando receberá sua restituição e se os seus dados foram enviados corretamente.

CONSULTA IMPOSTO DE RENDA 2019

O site da Receita Federal quando acessado, disponibiliza um relatório para que o declarante tenha conhecimento do andamento de sua restituição e declaração de imposto de renda.

O relatório de consulta imposto de renda poderá estar em 4 situações diferentes, sendo elas:


Você tem direito à restituição do imposto de renda, mas ela ainda não foi creditada: Caso isso venha a acontecer, você receberá um aviso na página de que a Receita Federal está aguardando a liberação de recursos para que a restituição ocorra.

Esses pagamentos costumam ser realizados de acordo com o cronograma, lotes e portanto dependem da liberação dos recursos financeiros do Tesouro Nacional.

Caso o cronograma de restituição esteja disponível no site, você receberá um aviso com a data em que a sua restituição será liberada. E mesmo que sua declaração esteja na fila para recebimento da restituição, ela poderá acabar retornando para a fila de processamento para uma nova análise.


O declarante tem direito a restituição do imposto de renda e ela já foi creditada: Caso o declarante já tenha recebido a restituição do imposto de renda, o relatório será um aviso informando que a liberação foi realizada e a situação da restituição fica como creditada no site da Receita Federal.

Caso a restituição do declarante ainda não tenha sido creditada, basta entrar em contato com o banco indicado no relatório para receber o pagamento corretamente.


O declarante não tem direito à restituição e nem ao pagamento do imposto complementar: Caso a declaração tenha indicado nem uma restituição, nem o pagamento do imposto, o relatório apresentado pelo site informará que a declaração já foi processada e que o resultado é um saldo inexistente de imposto à pagar e a restituir.


O declarante deve pagar o imposto complementar: Ao realizar o cálculo do imposto de renda caso o sistema tenha indicado que o imposto complementar deverá ser pago, o site do IRPF informará que a declaração foi processada, e que o imposto deverá ser pago sem a opção de débito automático.


Consulta Imposto de Renda 2019

Para realizar a consulta restituição Imposto de Renda basta acessar o site da Receita Federal (siga o passo a passo abaixo). Feito isso, para consultar os lotes corretamente, é essencial preencher os dados pessoais na página que foi aberta.

Você deverá:

CONSULTA IMPOSTO DE RENDA 2019

  • Entrar no site da Receita www.receita.fazenda.gov.br;
  • Informar CPF;
  • Ano em que a declaração de imposto de renda foi realizada;
  • A sua data de nascimento;
  • O código informado na imagem.
  • Clicar em Consultar.

Caso os dados que foram digitados nos campos pessoais estiverem corretos, uma tela com um relatório indicando o status da restituição do imposto de renda.

Quem tem direito à restituição de imposto de renda?

Aos que realizam a consulta imposto de renda, tem direito à restituição as pessoas que realizam o pagamento a mais do imposto durante o ano da declaração.

Ou seja, o programa de restituição realiza as contas e identifica se a pessoa deve muitas deduções com despesas médicas ou despesas escolares com dependentes, e nessas deduções são gerados os descontos, que é enfim o dinheiro que a pessoa tem para receber.

Caso a situação tenha sido ao contrário, ou seja, caso o pagamento dos impostos tenha sido menor durante o ano do que era devido, a pessoa então terá imposto a pagar. Em casos onde o rendimento não tenha sido suficiente para entrar na faixa do imposto a pagar, a pessoa não deve impostos e também não terá imposto restituído.

Lote Imposto de Renda 2019

A restituição imposto de renda costuma ser programada em sete lotes anuais de restituição. Esses lotes de pagamento são as ordens em que serão recebidas as restituições, sendo que os primeiros declarantes a entregar a restituição os primeiros a receber e assim consecutivamente.

A Receita Federal costuma divulgar esses lotes através de seu site oficial, que geralmente segue a seguinte ordem de pagamentos:

  • Idosos;
  • Pessoas portadoras de deficiência mental ou física;
  • Pessoas com doenças graves.

Feito esses primeiros pagamentos a prioridade passa a ser conforme dito anteriormente: a data em que a declaração foi entregue. Caso o declarante tenha caído na malha fina e realizou uma entrega retificadora, essa entrega de retificação será utilizada com prioridade para o recebimento.


Não existe nenhuma dificuldade em declarar ou consultar imposto de renda caso você tenha imposto à restituis e quando essa restituição deverá acontecer.

Gostou do artigo que desenvolvemos exclusivamente para você? Entretanto, caso ainda tenha alguma dúvida relacionada a consulta imposto de renda 2019, é só deixar um comentário logo abaixo que responderemos assim que for possível. Boa sorte!